Software Livre?

O que é o software livre?[0]

Por “software livre” devemos entender aquele software que respeita a liberdade e senso de comunidade dos usuários. Grosso modo, os usuários possuem a liberdade de executar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o software. Assim sendo, “software livre” é uma questão de liberdade, não de preço. Para entender o conceito, pense em “liberdade de expressão”, não em “cerveja grátis”.

Um programa é software livre se os usuários possuem as quatro liberdades essenciais:

  • A liberdade de executar o programa como você desejar, para qualquer propósito (liberdade 0).
  • A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo às suas necessidades (liberdade 1). Para tanto, acesso ao código-fonte é um pré-requisito.
  • A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao próximo (liberdade 2).
  • A liberdade de distribuir cópias de suas versões modificadas a outros (liberdade 3). Desta forma, você pode dar a toda comunidade a chance de beneficiar de suas mudanças. Para tanto, acesso ao código-fonte é um pré-requisito.

Filosofia do Projeto GNU.[1]

Software livre significa que os usuários do software têm liberdade. (A questão não é de preço.) Nós desenvolvemos o sistema operacional GNU de modo que os usuários possam ter liberdade no uso do computador.

Categorias de softwares livres e não-livres.[2]

Linux e o Sistema GNU[3]

por Richard Stallman
Há realmente um Linux; é o núcleo (kernel), e essas pessoas estão utilizando-o. Mas você não pode usar um núcleo sozinho; um núcleo só é útil como parte de todo um sistema operacional. Linux é normalmente utilizado em combinação com o sistema operacional GNU: o sistema é basicamente GNU, com Linux funcionando como núcleo.

Muitos usuários não estão totalmente a par da diferença entre o núcleo, que é o Linux, e todo o sistema operacional, que eles também chamam “Linux”. O uso ambíguo desse nome não promove o entendimento.

Por que o Código Aberto não compartilha dos objetivos do Software Livre[4]

por Richard Stallman
Os dois termos descrevem quase a mesma categoria de software, porém eles apoiam visões baseadas em valores fundamentalmente diferentes. O código aberto é uma metodologia de desenvolvimento; o software livre é um movimento social. Para o movimento do software livre, o software live é um imperativo ético, pois apenas o software livre respeita a liberdade dos usuários. Em contrapartida, a filosofia do código aberto considera os problemas em termos de como tornar o software “melhor” — e apenas num sentido prático. Ela diz que o software não-livre é uma solução inferior para o problema prático em questão.

 


Links:
[0] https://www.gnu.org/philosophy/free-sw.html
[1] https://www.gnu.org/philosophy/philosophy.html
[2] https://www.gnu.org/philosophy/categories.html
[3] https://www.gnu.org/gnu/linux-and-gnu.pt-br.html
[4] https://www.gnu.org/philosophy/open-source-misses-the-point.pt-br.html

One Response

  1. […] SOU Software Livre?A liberdade começa aqui!Contato  1 por […]

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.